Fanfic’s do Mês

Mês de Julho

P.S.:You Rock My Word, Red

Não tem banner
Título: P.S.: You Rock My World, Red
Autora: Leds
Categoria: Challenge NFF Junho/2010, HQ, Multirevistas
Classificação: PG-13
Advertências: morte, luto deprê, spoilers pra quem não está atualizado nas HQs
Capítulos: 1
Completa: Sim
Resumo: 1 ano após a morte de Jean Grey, Logan tenta tomar um novo rumo em sua vida.
Logan fitava o túmulo sombrio ocupado pela ruiva que outrora preenchera seu coração solitário. Era quase como um despertador natural: uma nostalgia torturante o impelia a vê-la todos os dias, no mesmo horário, ao amanhecer. Sua corrida matinal para fazer exercícios sempre terminava no cemitério privativo da Mansão X. Era devastador ver como aquele terreno era lotado de amigos e companheiros de batalha.

Visitá-la todos os dias já se tornara uma tradição durante aquele conturbado ano que passara. “Ou um masoquismo”, refletia ele. Ororo tinha razão: com esse tipo de atitude, ele nunca conseguiria seguir em frente. Até mesmo Scott, o viúvo, conseguira recomeçar sua vida com Emma, por que diabos ele não conseguia? Parecia que a doce melodia da voz de Jean sempre o chamava, como reza a lenda sobre o canto enfeitiçado de uma sereia. Talvez ele ainda tivesse esperança que o fogo da Fênix ressurgisse das cinzas novamente, porque ela ainda incendiava seu coração e ele não conseguia esquecê-la. Para aquele homem que vivia há mais de 100 anos, Logan vira muitos amigos e amores morrerem. Alguns ele mesmo teve que matar, como sua própria esposa Mariko, que implorou para que ele findasse sua dor agonizante. Feridas como essas marcaram a alma dilacerada daquele mutante centenário para sempre. Mas ninguém nunca mexera tanto com ele como a telepata Jean Grey. 

I was at a funeral the day i realized
I wanted to spend my life with you
Sitting down on the steps at the old post office
The flag was flying at half mast
And i was thinking 'bout how 
Everyone is dying
And maybe it is time to live

- Sei que você disse para o Summers aprender a viver sem você, Jeannie... Agradeceria muito se você me ensinasse também! – vociferou, estraçalhando um vaso de flores com suas garras, que depositara no dia anterior em seu túmulo. – Há 1 ano eu tento te esquecer, ruiva, mas parece que as minhas próprias garras estão encravadas em meu peito, perfurando meu coração com adamantium. - desabafou, furioso.

- Logan? – chamou uma mutante negra de cabelos brancos, que presenciava a cena triste. Seus olhos brancos como a neve ostentavam sabedoria, embora claramente abatidos com as dolorosas perdas que ambos já haviam sofrido como X-Men.

- Há quanto tempo você está aí me espiando? – perguntou ele, ríspido.

- Tempo suficiente para partir meu coração por vê-lo nesta situação, meu amigo. – Ororo, a mutante conhecida como Tempestade, exibiu um sorriso melancólico. – Sinto muito a falta dela também. Você sabe que ela era minha melhor amiga. Minha irmã. - completou. – Mas temos que deixá-la descansar, Logan. Está na hora de seguir em frente e viver sua vida. – aconselhou, segurando sua mão com carinho. – Como Scott fez.

Apenas o som daquele nome foi suficiente para deixar Wolverine repleto de cólera.

- Jean deve estar se revirando no túmulo por isso! – exclamou. – O marido “fiel” e devotado está feliz e saltitante com a amante que estragou o casamento dos dois! – comentou, frustrado.

- Sei que você era muito protetor com ela, mas você não pode punir Scott por isso. Não é da nossa conta.

- Mas é tudo culpa dele, Ororo! Antes ela não passava nem 5 minutos enterrada, agora resolveu obedecer à maldita ordem natural das coisas! – ironizou, inconformado. – Ela deve ter desistido de lutar, depois de experimentar a decepção infernal com a pessoa que ela mais confiava.

- Sei que o luto nos empurra a procurar um culpado para as tragédias. Mas a única pessoa que você pode culpar é o impostor que a assassinou.

Logan revirou os olhos. Detestava admitir, mas Tempestade sempre tinha razão.

- Não é justo. Não tivemos nem tempo... – engasgou, sem conseguir terminar a frase.

- Tempo para o quê?

- Você sabe que eu sempre respeitei a escolha dela de ficar com o Summers. Claro, como eu poderia competir com o “mocinho” Scott Summers, certo? Ela era correta demais e sua lealdade ao marido só me fazia amá-la mais ainda. – afirmou, com um nó na garganta. – Ela foi fiel a ele até o fim, mesmo depois de tudo.

- Do que você está falando?

Logan pausou e suspirou.

- Na noite que ela descobriu sobre o caso psíquico do Summers com a Frost, fui procurá-la por estar preocupado. Ela estava sentada no chão, em frente à lareira da sala, com um olhar perdido e torturado. Parecia que estava catatônica novamente. Se tem algo que eu não consigo suportar, é ver Jean chorando, Ororo! – ele cerrou os punhos, tentando controlar sua fúria.

...

A madrugada já varava, mas ela continuava parada no mesmo lugar há horas. A mutante possuída pela entidade Fênix parecia que tinha morrido novamente, com seus olhos esbugalhados, alheia ao mundo ao seu redor. Ninguém teve coragem de importuná-la, pois sabiam que ela queria ficar sozinha. Porém, havia uma pessoa que jamais a deixaria sozinha. 

- Jean?

Ela continuou em silêncio, fitando o fogo da lareira, como se esperasse que uma resposta para suas angústias brotasse dali.

- Jeannie? – chamou mais uma vez.

- Logan? – ela despertou do transe, ainda desorientada. Observou o mutante vestido apenas com uma bermuda de dormir e perguntou-se que horas já deviam ser.

- Oi, ruiva. – cumprimentou ele, num tom afetuoso.

- Quem te contou? – suspirou ela, deprimida.

- Contou o quê?

- Logan, não preciso ser telepata para desvendar em seus olhos de pena que você já sabe sobre Scott e Emma. Quem te contou? - perguntou, enfurecida.

- McCoy. – confessou. – Mas o peludo não quis fazer fofoca. Ele estava apenas preocupado com você.

Ele sentou ao seu lado e segurou sua mão. Seus dedos se entrelaçaram e aquele simples contato foi capaz de transmitir uma paz profunda para a alma atormentada e humilhada de Jean.

- Eu também estou preocupado com você.

- Estou bem, mas obrigada por se preocupar.

- Você não parece bem. – constatou ele, com um sorriso amargo. – Sou seu amigo, você sabe que não precisa se fingir de forte para mim.

- Você sempre foi meu melhor amigo, Logan. – agradeceu, acariciando sua mão com carinho. - Sempre foi meu porto seguro. – afirmou, fitando seus olhos profundamente. Ela o hipnotizava com aquele penetrante par de olhos verdes.

- Sabe que sempre pode contar comigo, ruiva. – respondeu, acariciando seu queixo e beijando sua bochecha. Ela estremeceu com aquele afago e sorriu satisfeita com o conforto que sua presença sempre lhe trazia.

- Eu sei. Isso que te faz ser tão especial. Sempre ao meu lado, mesmo depois de todo o sofrimento que já te fiz passar. – lamentou ela, com os olhos inundados de lágrimas.

- Ei, não se trata de mim agora. – disse ele, limpando seu rosto molhado e acariciando-o com ternura. Ela o observou, emocionada com a devoção que ele sempre demonstrou ter por ela.

- De certa forma, trata-se de você sim. – comentou, engolindo em seco. – Você sabe que sempre tivemos uma ligação muito forte. Mas reprimi isso durante todos esses anos por amor e respeito a Scott.

- E eu sempre respeitei sua decisão, Jeannie. Nunca te pressionei. Quando a gente realmente ama alguém, o mais importante é vê-la feliz. Mesmo que a gente se sinta miserável assim. – afirmou ele, com sinceridade. – Mas depois do que descobriu hoje, você ainda acha que valeu a pena? Seu cavaleiro de armadura branca provou ser uma tremenda decepção! – declarou, inundado de cólera por Ciclope estar fazendo sua amada sofrer tanto daquele jeito.

- Logan... Vamos ser realistas: nós nunca daríamos certo. – murmurou ela, melancólica.

- Você realmente acha isso? - indagou ele, com um sorriso charmoso. – Pois eu acho que seríamos extraordinários juntos. – retrucou, com um olhar sedutor.

- Ora, posso te enumerar várias razões. – ela sorriu timidamente, estremecida com o flerte.

Eles trocaram olhares intensos e Jean procurava uma razão para provar que realmente nunca dariam certo. Queria convencer a si mesma que não fizera a escolha errada.

Logan acariciou sua nuca, deixando-lhe lânguida. Ele aproximou mais seus rostos e sussurrou em seu pé do ouvido:

- Há vários motivos para não se amar uma pessoa e um só para amá-la, Jeannie. – Beijou sua bochecha demoradamente, até suas bocas se encontrarem numa explosão libertadora de uma paixão reprimida durante tantos anos.

Rolaram no tapete da sala, enquanto se beijavam passionalmente, explorando suas línguas vigorosamente. O calor da lareira parecia até um vento frio em comparação aos sentimentos, beijos e carícias explosivas que trocavam.

- Logan, espere... - pediu ela, interrompendo o ardente beijo, sem fôlego. – Não quero me deixar levar pela emoção do momento... – É uma situação muito tentadora, mas quero fazer a coisa certa. Não quero repetir o erro de Scott. Se for para ficarmos juntos, quero que façamos do jeito correto: depois que eu me separar oficialmente.

- O problema de resistir a uma tentação é que você pode não ter uma segunda oportunidade, Jeannie. – lamentou ele, porém mais uma vez respeitou a decisão dela.

Mas, de fato, eles nunca mais teriam essa segunda chance.

...

- Nunca mais. – repetiu Logan, amargurado. – Esperei minha vida inteira, na esperança de um dia ela corresponder o amor que eu sentia por ela. Quando finalmente tivemos essa chance, não aproveitamos. E tudo porque Jean ainda respeitava aquele canalha mesmo depois de ele traí-la com aquela víbora loura!

Ororo o abraçou apertado, antes que ele tivesse outro acesso de fúria e saísse quebrando todo o cemitério.

- Entendo sua revolta, querido. Mas nada disso vai trazê-la de volta. – murmurou ela, em consolo. Seus olhos também já transbordavam de aflição e compaixão.

- Eu sei. – suspirou alto, frustrado. Sentiu um choro travar sua garganta, mas engoliu a tristeza mais uma vez.

- Ela gostaria que você seguisse em frente, como ela também quis isso até para o Scott. Vire essa página, Logan. – implorou ela, angustiada por vê-lo naquela tristeza sem fim.

- Mais uma página do meu livro de tragédias.

- Mas você ainda tem um longo livro para escrever. Faça valer a pena.

- A psicóloga era a Jean, não você. – resmungou ele.

- Eu sei, é constrangedor! Tenho que me virar com essas frases de efeito de psicologia barata. – eles riram. - Vou te deixar sozinho agora. – Ororo beijou o rosto do amigo e partiu para lhe dar privacidade naquela despedida sofrida.

Logan ajoelhou-se e retirou do bolso um punhado de plantas e flores amassadas. Depositou em cima do túmulo uma acácia, que representa a imortalidade da alma. Ao seu lado, depositou uma hera, planta que se conserva verde em todas as estações do ano, que simboliza a persistência de um grande amor. Ademais, representa o ciclo eterno da morte e da ressurreição. Como a Fênix.

- Você trouxe alegria para o meu mundo, ruiva... – declarou seu amor eterno. – Eu morreria por você. Mas agora preciso que você me ensine a viver sem você. – despediu-se Wolverine, disposto a tentar seguir em frente.

I don't know where I’m going
I don't know what I’ll do
Laying in bed tonight i was thinking
And listening to all the dogs
And the sirens and the shots
And how a careful man tries 
To dodge the bullets
While a happy man takes a walk

And maybe it is time to live

Fim 









 





















 

 

  ---------------------------------------

  Quer ler mais fics??? Entre no Need For Fic  
- by Liv Marie(Elliot&Olivia/SVU)- by Liv Marie(Elliot&Olivia/SVU)
 

Responses

  1. Essa Fic do Supernatural está muito legal mesmo, mas me surpreendeu tem ganho!
    Parabéns Marcia, a FIC está bem fiel à série mesmo.

  2. Pra mim é uma emoção ter minha fic publicada neste blog. Não tenho palavras pra descrever o que é ter um reconhecimento como esses. Muito obrigada ao Need For Fic e ao Blog do livro pela oportunidade. e por promoverem um concurso cultural desses, que tanto estimula e incentivas nós que tanto amamos escrever. A emoção é sensacional.

  3. Fanfics ma-ra-vi-lho-sas!!! Parabéns a todas as vencedoras!!!

  4. Gostei muito dessa fan fic! Realmente muito fofa! =P

    Parabéns!

  5. Olha a fic da Kekinha ganhou!!!

    Parabéns!!! Essa foi a fic que eu mais gostei de Halloween!!! =D

    Amei o lance das tortinhas… hehehehe

  6. Adorei essa de HP *-* Ficou show!!

  7. essa fanfic é perfeita!

  8. É muita emoção ter minha terceira fic publicada no Blog do livro… Estou tão feliz ! Obrigada a todos pela oportunidade ! Isso nos dá mais incentivo para escrever… ^^

  9. Bones reinando pra variar!

    Mas está muito legal a fic, merecida a escolha!

    Parabéns Sa!

  10. Super merecida! ^^

    Bones sempre reina! hauahauahua

  11. Amei a declaração de amor “a la Bones “. Eu votei nessa fic e ela ganhou… Fiquei feliz ! Parabéns !


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: